sábado, 21 de novembro de 2009

Canjiquinha Caipira

Um prato suculento que pode ser saboreado em dias frios.
Este prato típico  das montanhas de Minas teve sua origem na época do Brasil colôinia e foi inspirado na feijoada. 
Assim os escravos utilizavam os restos do porco para fazer o feijão mais famoso da cozinha brasileira. 
Os grãos do milho transformaram-se em alternativa para suprir a fome de muita gente, pois uma receita rende bastante.



Ingredientes:
500g de canjiquinha de milho amarela(também conhecida como xerém
01 e 1/2 L de água
01kg de costelinha de porco
sal Q.B
suco de 02  limões
300g de linguiça calabresa
04 colheres(sopa) de banha de porco
02 tomates sem sementes picados
02 cebolas picadas
07 colheres(sopa) de alho picados
01 pimentão verde picado
01 pimentão vermelho picado
pimenta malagueta, salsa e cebolinha Q.B.


Modo de Preparo:


Lavar e deixar de molho a canjiquinha por mais ou menos 01 hora, cozinhar na água por 25 minutos.
Cortar as costelinhas miúdas.Temperar com sal 01colher(sopa) de alho e o suco de limão. Descansar por uns 10 minutos.
Numa frigideira, fritar a linguiça e reservar.
Numa panela grande colocar a banha e fritar as costelinhas durante uns 20 minutos. Acrescentar o restante do alho e a cebola, colocar pingos de água fervente sempre que necessário até as costelinhas ficarem macias.
juntar  a canjiquinha, mexer e abaixar o fogo, acerte a água, pra ficar um caldoe adicionar a linguiça reservada, os pimentôes, os tomates e o sal. Ferver durante uns 10 minutos, mexer de vez em quando pra não grudar o fundo.
Salpicar o cheiro verde na hora de servir.
Acompanhe com feijão e couve refogada.

2 comentários:

Decio disse...

OLAH RO SOUZA,
USEI TUA RECEITA E FIZ UMA CANJIQUINHA COM COSTELAS DE PORCO NUMA REUNIAO DE NOSSA FAMILIA.
FORAM MUITOS OS ELOGIOS E REPASSEI O ENDEREÇO DA AUTORA DA PROEZA.
PARABENS.
DECIO SOUZA . AMERICANA. SP

Rô Souza disse...

Obrigada Decio, é uma honra ver q gostou e passou adiante, gastronomia é isso , a maior gradificação é ver qdo se interessam e passam pra frente